Oclusão Veia da Retina

Oclusão Veia da Retina

2020-07-08T14:39:56+00:00

A Oclusão de Ramo Venoso é bastante semelhante a Oclusão de Ramo Arterial, contudo a obstrução da veia e a perda da visão ocorrem mais lentamente. A alteração permanente em quem contrai a doença é formação de vasos sanguíneos novos e anormais na Retina. Alguns pacientes podem ainda desenvolver Glaucoma.

 

Untitled1

Os principais sintomas da oclusão de ramo venoso são manchas na visão e perda gradativa da visão de forma indolor.

O processo de Oclusão de Ramo Venoso é bastante semelhante a oclusão de ramo arterial, contudo a obstrução da veia e a perda da visão ocorrem mais lentamente. A alteração permanente em quem contrai a doença é formação de vasos sanguíneos novos e anormais na retina. Alguns pacientes podem ainda desenvolver glaucoma.

 

Os principais sintomas da oclusão de ramo venoso são manchas na visão e perda gradativa da visão de forma indolor.

 

Existe tratamento, e o mesmo deve ser feito por um medico oftalmologista especialista em Retina.

 

O tratamento é uma forma de controlar a doença e recuperar, parcialmente, a visão perdida. Geralmente, são utilizados Laser, Injeção Intra-Ocular e Cirurgia de Vitrectomia para melhorar a situação. Com o tratamento, alguns pacientes evoluem com melhora da visão central, mas permanecem com perda do campo de visão correspondente.

 

O Instituto de Oftalmologia do Rio de Janeiro – IORJ® utiliza os mais modernos equipamentos no mundo: O Retinógrafo, o Visucam 500 – Zeiss®(Alemanha) e o Campo Visual Computadorizado, o Humphrey HFA 750 – Zeiss®(Alemanha).

 

O exame de Retinografia, auxilia na documentação da anatomia do fundo de olho do paciente.

 

O exame de Campo Visual , auxilia na documentação da visão periférica do paciente, e tem a função de detectar e quantificar anormalidades no campo visual, causadas, principalmente, por patologias Retinianas, Neurológicas ou Glaucoma.

 

Lembre-se: Este artigo visa informar o público e não substitui avaliação por médico oftalmologista, que é o único profissional capacitado para realizar o diagnóstico preciso e indicar o tratamento mais adequado para cada caso. Portanto, não pratique a auto-medicação e procure sempre o seu médico.

 

DESCOLAMENTO DE RETINA: Clique aqui para saber mais sobre DESCOLAMENTO DE RETINA.

MOSCAS VOLANTES (FLOATERS):Clique aqui para saber mais sobre MOSCAS VOLANTES (FLOATERS).

INJEÇÃO INTRA-OCULAR:Clique aqui para saber mais sobre INJEÇÃO INTRA-OCULAR.

 

Sobre o Autor:

Médico-oftalmolgista pelo Conselho Brasileiro de Oftalmologia CBO, especialista Retina clinica- cirurgica FMUSP.