Blefarite

Blefarite

2020-07-08T14:23:02+00:00

O que é Blefarite?

É uma inflamação comum, não contagiosa das pálpebras. É normalmente caracterizada pela produção excessiva de uma camada de gordura gerada por uma glândula encontrada na borda da pálpebra, criando uma condição favorável para o crescimento de bactérias. Muitas vezes, as pessoas com blefarite apresentam um quadro recorrente de terçol ou conjuntivite.

Esta condição afeta frequentemente as pessoas que tem tendência a apresentar pele oleosa, seborréia (caspa) e secura ocular. A blefarite pode começar na infância, causando granulação nas pálpebras e continuar por toda a vida como uma afecção crônica, ou iniciar mais tardiamente na vida.

Quais os sintomas?

Na blefarite, as pálpebras superior e inferior estão recobertas por detritos oleosos e bactérias em torno da base dos cílios. O paciente refere irritação ocular e em certos casos, inflamação do olho. A limpeza regular e completa da borda palpebral contribui para o controle da blefarite.

Quais os sintomas?

A superfície da pele normal contém bactérias e, em certas pessoas, tais bactérias estão presentes na pele da base dos cílios. A irritação resultante produz escamas parecidas com caspa e partículas que se formam ao longo dos cílios e pálpebras.

Em algumas ocasiões, as escamas ou as bactérias produzem somente irritação e prurido leve, porém em outras podem causar ardência e sensação de areia nos olhos. A blefarite pode conduzir a complicações mais graves, como inflamação dos tecidos oculares, em especial a córnea, levando a uma ceratite e até úlcera de córnea.

Qual é o tratamento da Blefarite ?

A blefarite pode não ser curável, porém é possível controlá-la mediante algumas medidas diárias:

1) Higiene das pálpebras;

2) Melhoria da qualidade e quantidade da lágrima;

3) Em alguns casos é necessário o uso de antiinflamatórios tópicos por um curto período.

Saiba mais sobre: Alergia Ocular.

Saiba mais sobre: Olho Seco.

Lembre-se: Este artigo visa informar o público e não substitui avaliação por médico oftalmologista, que é o único profissional capacitado para realizar o diagnóstico preciso e indicar o tratamento mais adequado para cada caso. Portanto, não pratique a auto-medicação e procure sempre o seu médico

O Instituto de Oftalmologia do Rio de Janeiro – IORJ ®, possui equipe médica especializada, com experiência no diagnóstico e tratamento da Blefarite.

Agende sua consulta.

Sobre o Autor:

Doutor em Ciências Visuais e Oftalmologia pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), completou especialização de 3 anos em Oftalmologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e Residência Médica em Oftalmologia pela Secretaria Municipal de Saúde – RJ. É especialista em Transplante de Córnea e Cirurgia de Catarata pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Fez Post-doctoral Research Fellowship em Catarata, Cirurgia Refrativa e Córnea pela Johns Hopkins University – EUA. Chefe do Setor de Córnea e Cirurgia Refrativa do Instituto de Oftalmologia do Rio de Janeiro – IORJ, atua nas áreas clínica e cirúrgica da transplante de córnea, oftalmologia geral, síndrome do olho seco, distrofia de Fuchs, ceratocone, conjuntivite, cirurgia a laser, cristalino, lentes intra-oculares e catarata.